“O mercado imobiliário de luxo está em constante crescimento, sempre atraindo clientes que buscam exclusividade e sofisticação”, é o que diz Kleverson Passos, corretor de imóveis especialista no mercado de luxo e alto padrão.”

Ele aponta que a tendência para o nicho continua promissora, inclusive para os imóveis mais antigos: “nos próximos 2 ou 3 anos, o mercado deve conseguir dar uma aquecida muito boa, principalmente para os imóveis de terceiros, porque os lançamentos estão vindo com os preços de metro quadrado atualizados e os antigos serão a bola da vez”.

Apesar das boas expectativas, o mercado de alto padrão não segue, necessariamente, os outros segmentos imobiliários e acaba por ser uma boa aposta independentemente do cenário de crise ou alta.

Kleverson explica que “o mercado de luxo sobrevive nas duas épocas. Na alta, o giro é muito mais rápido: empresas em um bom mercado empregam mais; empregando mais, geram mais lucro; gerando mais lucro, o empresário gera mais capital; e investe em um patrimônio ou em uma satisfação pessoal.

O cenário inverso também apresenta excelentes oportunidades, onde quem tem uma quantia reservada para a aquisição de imóveis se torna o principal comprador. “Eu vendi muito na crise para pessoas que tinham seu capital guardado justamente para imóveis alto padrão. Quando as pessoas vendem o imóvel para salvar a empresa, quitar uma dívida, entre outros, o cliente comprador entra para aproveitar as facilidades da negociação”, comenta o corretor.

Os bons índices do mercado também são resultado de uma forma de consumo, da necessidade de imóveis mais amplos e, claro, da influência digital no dia a dia. “Muito dessa ascensão vem do acesso
aos bons conteúdos: quando você faz um bom conteúdo e entrega informações completas, é aí que você desperta o interesse do cliente, pontua Kleverson Passos.

Mérito das redes sociais

É por meio das redes sociais que o corretor de imóveis consegue otimizar suas vendas e atrair clientes com perfis variados, sem deixar de lado uma linguagem própria e a sua marca pessoal.

“Trabalho bastante para despertar o interesse de outras gerações, por exemplo: desperto o interesse do filho, que conta para o pai, que entra em contato comigo e damos continuidade às visitas e negociações”.
Ser um corretor alto padrão vai além do status. Segundo Kleverson Passos, é processo de longo prazo. “É um trabalho de formiguinha e você deve valorizar o fato de estar com pessoas de todas as áreas. A dica que eu dou é ter personalidade. Invista na sua imagem pessoal, no lnstagram, nas redes sociais, mas invista em você”, diz.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos online!