4 Tendências do
Mercado Imobiliário 2022

O que esperar do pós-pandemia?

Pamela Mendes

24 de novembro de 2021 – 4 minutos de leitura

Conhecer as tendências do mercado imobiliário significa sair na frente da concorrência.

Imagine um jogo de xadrez em que você consegue prever as jogadas do seu adversário. É possível que você chegue no xeque mate muito mais rápido e obtenha uma vitória.

No mercado imobiliário funciona da mesma forma.

Quando você prevê o movimento do mercado e do seu cliente, você vende mais e faz seu xeque mate.

Mas como saber o que vai acontecer no futuro?

Analisamos artigos, notícias e perfis de grandes especialistas de marketing, dados e economia e levantamos 4 Tendências pra você se preparar.

Confira:

  • Robotização x Humanização: uso de bots na corretagem
  • Live commerce: como adaptar para a venda de imóveis
  • Boom de investidores no Mercado Imobiliário 2022
  • Uso de dados em transações imobiliárias

Antes de continuar, se você trabalha no mercado imobiliário, nós temos um evento inédito e gratuito pra te convidar. Participe da Previsão PowerClass e veja 7 especialistas falando sobre o mercado imobiliário pós-pandemia AO VIVO. Inscreva-se aqui.

Por que falar de tendências?

Uma tendência é uma mudança de comportamento de mercado que será seguida e replicada em massa.

Ela pode durar alguns dias, meses ou até mesmo vir para ficar!

E está intimamente ligada a movimento, a novas perspectivas para o mercado.

Se você conhece e estuda tendências, já está na frente de boa parte dos concorrentes.

E tem mais chances de entender o que o seu cliente quer e espera do seu atendimento.

Isso é muito importante, não é mesmo?

Agora vamos às tendências do mercado imobiliário!

1 – Robotização x Humanização: uso de bots na corretagem

Os chatbots estão chegando com tudo em 2022.

E pra você que está por aí se perguntando: mas o que é isso? Não se assuste em saber que você com certeza já conversou com um bot esse ano 😉

Sabe quando você liga para a operadora de celular e tenta cancelar seu plano – o atendimento soa um pouco robótico, não é mesmo? E é!

Na maioria das vezes, você está conversando com um bot, ou um robô.

A Inteligência Artificial vem como uma solução de atendimento, atuando diretamente na rapidez de resposta e solução de problemas.

E ela está ganhando muito espaço no Mercado Imobiliário, que a vê como uma carta na manga na hora de agendar visitas e ou até mesmo fornecer informações sobre um imóvel.

O que faz muito sentido, pois ela facilita o trabalho do corretor de imóveis, permitindo que ele tenha mais tempo para focar no cliente.

Como já tem as informações básicas captadas pelo bot, pode se dedicar mais a negociação e venda.

Mas será que isso não torna o processo muito robótico?

Há 50% de chance disso acontecer e é a imobiliária ou o corretor que vai decidir o rumo.

O chatbot resolve a parte burocrática do atendimento, deixando a outra parte para o corretor, que soma com a humanidade na fala e escrita.

Na pesquisa de informação, conhecimento do cliente, negociação, técnica de venda, quem comanda é o corretor.

E isso deve estar muito evidente, caso contrário, negociar com o chatbot e com o corretor pode ser a mesma coisa.

2 – Live commerce: como adaptar para a venda de imóveis

A Live Commerce é uma tendência dessas que vêm para ficar.

Ela tem dominado os segmentos de beleza e tecnologia e é ótima para aplicar gatilhos de urgência e prova social.

Com certeza você já estava passeando pelo Instagram e viu aquela loja que você gosta muito fazendo uma live de venda.

E também viu as pessoas comentando: “eu quero!” ou “quero mais informações do produto!”

Mas diferente dos produtos de compra rápida, os imóveis demandam mais tempo de análise e de argumentação com o cliente, e é aí que entra a adaptação.

Imagine um evento pocket de lançamento de imóvel, porém numa versão online.

Por que não tentar?

Como fazer Live Commerce no Mercado Imobiliário?

Você pode usar o Instagram ou até mesmo o Youtube para anunciar a abertura de venda de um imóvel que é muito desejado na sua carteira.

Prepare seus clientes com posts e e-mail marketing avisando do dia da Live e trazendo um resumo do que você vai mostrar.

No dia da Live, faça uma visita guiada ao vivo pelo imóvel, apresente os detalhes dos móveis, da arquitetura.

Fale sobre a localização, prepare uma lista de pontos fortes que encantem e envolvam os clientes.

Aproveite o momento para falar sobre preços e condições de pagamento e se houver interessados, marque um café perto do imóvel!

Inclusive, por que não fazer uma parceria com uma empresa que faz análise de crédito?

Imagine seus clientes interessados e já podendo fazer avaliação ali na hora… #FicaADica.

3 – Boom de investidores no Mercado Imobiliário 2022

Com a inflação em alta e eleições em 2022, muito tem se especulado sobre uma bolha imobiliária no próximo ano.

Porém, segundo a Revista Exame, 2 gigantes do setor, Daniel Cherman, diretor geral da Tishman Speyer e Roberto Perroni, sócio e CEO da Brookfield Properties Groups Brazil acreditam que o mercado será muito visado por investidores.

Dá uma olhada no que o Daniel Cherman previu:

“Volatilidade política, inflação e aumento nos juros vão atrapalhar a captação local, mas será um momento interessante para investir. Devem aparecer grandes oportunidades nos próximos 12 meses e quem estiver capitalizado vai conseguir aproveitar esse movimento”.

E por que será um momento interessante para investir?

Segundo dados do mercado, o volume de imóveis prontos está baixo e acredita-se que os financiamentos para quem quer construir ou comprar um imóvel serão facilitados.

Além disso, com as taxas de crédito na casa de um dígito, a valorização de um imóvel novo pode até mesmo superar o valor de um empréstimo.

Interessante, não é mesmo?

4 – Uso de dados em transações imobiliárias

Outro movimento que se tornará tendência em 2022 é o uso de dados para prever ou basear transações imobiliárias.

Dois bons exemplos são: o uso de apps para captação de imóveis e o uso de Pixel para encontrar clientes em potencial.

Como você tem encontrado os imóveis da sua carteira?

A captação com base em potencial de consumo, renda, densidade habitacional tende a ser mais assertiva para o corretor.

E ter acesso a essas informações já não é mais um bicho de sete cabeças.

Existem diversos aplicativos e plataformas que realizam essa análise por um preço acessível, as quais podemos citar aqui o BeeMob Data, por exemplo.

Como o Pixel pode me ajudar a encontrar clientes?

O Pixel é um código adicionado por um programador ao site da imobiliária.

Existem várias finalidades dele e uma delas é a conversão.

Imagine poder identificar o que cada cliente que visitou o seu site procurou nos filtros:

“Imóvel com 3 quartos, 2 banheiros, no Centro de São Paulo”.

Seria muito mais fácil analisar os imóveis em destaque e os possíveis clientes, não é mesmo?

O Pixel consegue fazer essa análise pra você, aumentando as chances de venda.

É o futuro e também é o presente.

O Pixel e a análise de dados já vêm sendo muito utilizados e devem ser um divisor de águas nos próximos anos. #FiqueLigado.

E aí, curtiu esse conteúdo? Então deixe um comentário aqui embaixo comentando a sua visão sobre essas tendências do mercado imobiliário.

E não deixe de se inscrever na 5ª Previsão PowerClass, um evento gratuito para corretores de imóveis, no qual 7 especialistas vão falar sobre as tendências do mercado imobiliário pós-pandemia.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos online!