Uncategorized

Já pensou em se tornar síndico profissional autônomo?

Olha que interessante: de um lado, as pessoas estão buscando novas formas de atuar no mercado. Do outro, moradores estão percebendo cada vez mais a necessidade de ter síndicos profissionais cuidando dos condomínios. Enxergou a oportunidade? Pois é, atuar como síndico profissional pode ser uma boa opção para o momento. Mas não basta se candidatar na próxima assembleia, é preciso se preparar para se tornar um bom profissional e ganhar dinheiro com isso. E o curso de Síndico Profissional pode te ajudar!

Você não precisa ter graduação específica para ser síndico, mas é importante ter conhecimentos de administração, legislação, gestão financeira, RH, manutenção predial, sustentabilidade e segurança. Esses e outros temas são abordados no curso de Síndico Profissional do IBREP, completo e 100% on-line. Para você entender um pouco mais sobre a profissão, selecionamos alguns pontos interessantes.

O que é um síndico profissional?

O síndico é um profissional contratado pelo condomínio para fazer a gestão do local. Não precisa ter vínculo de moradia, ou seja, não precisa ser morador do condomínio, e atua como profissional autônomo. Isso dá o liberdade de atender uma carteira variada de condomínios residenciais e comerciais.

O que faz um síndico de condomínio?

O síndico profissional tem a responsabilidade de administrar o condomínio, moderar conflitos, coordenar funcionários contratados e terceiros, gerenciar caixa, fundo de reserva e inadimplências, fiscalizar ações judiciais, programar e realizar reuniões de assembleia,  organizar obras, manutenção e preservação das áreas comuns.

Como é a rotina do Síndico Profissional?

O síndico pode ter uma sala comercial ou fazer home office e precisa estabelecer uma rotina de visitas periódicas aos condomínios de sua carteira. Você não precisa cumprir horas de trabalho, portanto, tem flexibilidade de horário e pode conciliar com outra atuação profissional.

Quais os conhecimentos necessários para ser um bom síndico?

É importante que o síndico tenha domínio na área de administração. Saber fazer uma boa gestão financeira e de pessoas, um bom planejamento de manutenção predial, acompanhar e saber aplicar as melhores práticas de sustentabilidade e segurança. Com o curso de Síndico Profissional, você garante o conhecimento necessário nessas áreas.

Por que se tornar síndico profissional?

Se você tem aptidão para trabalhar com gestão e pessoas, sabe gerenciar conflitos com tranquilidade, tem facilidade para se comunicar, organização e disciplina, a profissão é uma ótima oportunidade.

Você:

  • Terá flexibilidade de horários;
  • Poderá trabalhar em casa, num escritório ou coworking;
  • Atuará num mercado em crescimento;
  • Ampliará sua rede de relacionamento e poderá agregar outros serviços, ampliando a sua possibilidade de renda, como por exemplo, atuando como corretor de imóveis.

Já sou corretor imobiliário, vale a pena atuar como síndico?

E como vale!  Se tornar síndico profissional pode alavancar a sua carreira como corretor de imóveis. Vamos te dar alguns motivos:

1 – Você terá uma renda mensal fixa, portanto, não vai trabalhar com a pressão de ter que vender para ter as contas pagas! Sem a pressão, você trabalha mais tranquilo e pode fazer atendimentos mais qualificados, com maiores chances de conversão!

2 – Você estreita o seu relacionamento com as construtoras, uma atuação liga à outra. As construtoras precisam entregar o condomínio com o conselho formado. Se elas têm um bom relacionamento com você, poderão te indicar e manter a parceria.

3 – Você pode atuar na locação, compra ou venda das unidades do condomínio. Conhecendo os moradores e mantendo um bom relacionamento com eles, você pode ganhar novos clientes, cuidando das vendas e das locações.

4 – Você tem flexibilidade nas duas profissões, tanto como síndico quanto como corretor. Você não tem ponto para bater, pode trabalhar remotamente e mantém contato contínuo com o público.

5 – Você mantém a sua rede de relacionamento profissional, o que facilita o estudo e a qualificação constante.

Para quem ainda está concluindo o curso TTI e ainda não tem o CRECI, se tornar síndico profissional também é uma boa opção. É uma forma de conhecer o mercado e criar uma rede de relacionamento, além de já começar tendo uma renda mensal fixa.

Quanto o síndico profissional ganha?

Segundo Maria Lúcia Lopes, corretora imobiliária, síndica profissional e autora do curso de Síndico Profissional do IBREP, no mercado de Florianópolis, um síndico pode cobrar um salário mínimo por condomínio de uma torre e com lazer simples. “Se o condomínio for maior, com mais de uma torre e lazer de clube, o síndico pode cobrar de R$ 3 a 4 mil de honorários”, complementa. Maria Lúcia acredita que, para manter uma boa prestação de serviço e atuar como corretor, é possível ter na carteira de 5 a 8 condomínios simples, ou seja, uma renda mensal de R$ 5 a 8 mil.

Sobre o curso

No curso de Síndico Profissional do IBREP, você conta com disciplinas estratégicas para se tornar especialista na gestão condominial. O curso tem carga horária de 120 horas e, com a modalidade EaD – 100% on-line, você pode estudar de onde estiver e na hora que puder, podendo concluir o curso em 4 meses. Da legislação às ações que promovem a sustentabilidade do condomínio, você vai aprender tudo o que precisa para se destacar no mercado e conquistar uma ampla carteira de clientes.

Saiba mais

Tem vídeo com a Maria Lúcia no canal do Corretor Conteúdo. Se quiser mais informações, entre em contato conosco!

Comece já uma nova carreira!

Leave a Reply