Uncategorized

Como se tornar corretor de imóveis em 5 passos

O corretor de imóveis vai além de um profissional que vende ou aluga imóveis (casas apartamentos, lotes, salas comerciais). É preciso ter o dom de negociar, uma boa comunicação e disposição – afinal, imagina não conseguir dar a devida atenção a cada cliente? Se você chegou até aqui, é porque já ouviu falar ou tem interesse em seguir a carreira. E, para te ajudar a ingressar no mundo imobiliário, separamos 5 passos para se tornar corretor de imóveis.

1. Pesquise sobre a carreira

O primeiro passo para se tornar corretor de imóveis é pesquisar sobre a carreira e sobre o mercado imobiliário. Atualmente, vivemos uma pandemia, porém o mercado imobiliário é um dos setores com expectativa de retomada boa e rápida.

Ele é o profissional responsável por intermediar as negociações de compra, venda e locação de um imóvel comercial ou residencial. Oferece suporte, orientação e esclarecimentos necessários ao cliente ao longo de uma negociação. O corretor de imóveis também pode cuidar da parte jurídica da negociação, fazer avaliação dos imóveis e controlar a carteira de investimentos imobiliários. Para atuar legalmente, é necessário obter o CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Uma dica interessante é seguir profissionais e perfis que falem sobre o mercado imobiliário. Temos algumas sugestões: IBREP, Guilherme Wohlke, Corretor Conteúdo, Guilherme Machado, Conecta Imobi e Corretor da Depressão.

2. Faça o curso TTI

Para conquistar o CRECI e atuar como corretor de imoveis, é necessário fazer o curso de formação Técnico em Transações Imobiliárias, mais conhecido como TTI. Ele é obrigatório e é a base de conhecimento necessária para fazer as negociações imobiliárias no mercado.

Se você mora do Sul do Brasil (RS, SC ou PR), pode fazer o melhor TTI do Brasil no IBREP. Você pode concluir o curso em 5 meses e, com apenas 30 dias de matrícula, já pode ingressar no mercado como estagiário. O curso é feito 100% on-line, com provas presenciais – durante a pandemia, algumas provas estão sendo on-line – e você pode estudar quando e de onde quiser.

3. Faça o estágio

Após 30 dias de matrícula no curso TTI, o aluno pode solicitar a carteira de estagiário junto ao CRECI e fazer o estágio em uma imobiliária ou com um corretor autônomo. Esse é o período em que o aluno começa o contato com o mercado imobiliário e ganha experiência prática das transações imobiliárias, além de conhecer melhor a sua área de atuação e começar a fazer contatos profissionais.

4. Diploma e CRECI

Concluiu o estágio e foi aprovado em todas as disciplinas do curso? Chegou a hora de pegar o tão sonhado diploma! Após entregar toda a documentação necessária, o aluno vai receber o Diploma de Técnico em Transações Imobiliárias e pode solicitar o seu registro definitivo junto ao CRECI. Basta se dirigir à unidade do CRECI da sua região, apresentar a certificação e solicitar o seu credenciamento. Após as solenidades do órgão e a entrega da credencial, o corretor está apto a atuar legalmente.

5. Faça cursos de qualificação

Atualizar o conhecimento é extremamente importante para o corretor de imóveis, principalmente em um mundo onde as coisas estão cada vez mais digitais e mudam rápido e constantemente. Fazer cursos de qualificação te mantém sempre por dentro do que acontece no mercado e é um diferencial: você aprende ferramentas novas e domina novas técnicas de vendas e negociações.

Com cursos de qualificação no currículo, você pode ampliar cada vez mais a sua área de atuação e aumentar a sua renda. Com o curso de Avaliação Imobiliária, por exemplo, você pode se registrar no CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários) e estar apto a emitir o PTAM (Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica). Esse é o documento que determina o preço de mercado do imóvel, inclusive em situações judicial ou extrajudicialmente, e o valor final é baseado em alguns critérios do imóvel (medidas, vizinhança, infraestrutura disponível, entre outros). E o corretor de imóveis avaliador também pode atuar em ações que envolvam a avaliação de um imóvel, reajuste de aluguel, contestação de valores do IPTU e ITBI.

Já o curso de Locação de Imóveis te auxilia na gestão de carteiras de locação, gerando renda fica. O curso contempla desde a captação do imóvel, preparação para o aluguel (incluindo meios de divulgação), ao relacionamento pós-contratual com locador e locatário.

O Síndico Profissional é outro curso interessante para os iniciantes na carreira e para os veteranos também: pode ser a sua porta de entrada no mercado e ampliar a sua rede de relacionamento. Se tornar síndico profissional é uma forma de garantir renda fixa e desenvolver conjuntamente a sua carreira de corretor de imóveis

Pronto para entrar com o pé direito no mercado imobiliário? Entre em contato conosco aqui!

One Comment

Leave a Reply

WhatsApp Atendimento Comercial